domingo, 30 de março de 2014

A tua companhia me deixa feliz

Deu medo!
E com medo,
a vontade de desistir.
De parar com tudo,
de nunca mais dar oportunidade
para nada e nem ninguém.

Ai vem a vida e mostra que
"nunca mais"
é muito tempo,
e as vezes,
mesmo sem querer,
somos empurrados para
uma nova experiência.
Como ondas fortes na
praia que nos empurram de
volta para a areia.

Olhe para o mundo e veja
quantas oportunidades!
Somente os cegos da alma
continuam presos ao
"mundinho"
que criaram.
Acreditando que existem
culpados por acreditarem
em tudo.

Olhe para o mundo como
quem chega pela primeira
vez na sua rua,
na sua cidade,
diante das montanhas,
diante do mar,
diante da praça,
ou mesmo na favela onde
você pode
estar morando agora.

Tudo é transitório,
nossa fase, nosso ânimo,
nossa alegria,
nossas tristezas.

Tudo passa e isso é tão
certo que nesse exato
momento,
deixamos mais um
tempo para trás.

Não se perca
no medo de nada.
Se é para amar, ame,
entregue-se gostosamente
a paixão.
Se é para comer,
coma prazerosamente,
sentindo os gostos e texturas.
Se é para ser feliz,
seja por completo,
sem esperar nada em troca.
Se é para viver,
viva para o bem,
para servir,
para doar-se.

Porque a vida tem essa
estranha mania de enriquecer
quem nada quer.
E dar muito para quem
espera tão pouco.

Olhe para o mundo
e apresente-se:
- Eu sou aquela pessoa que
descobriu que a felicidade
habita em mim.
E nada e nem ninguém
pode roubá-la.


TEXTO DE: Paulo Roberto Gaefke

Deus na sua infinita bondade proteja todos vocês.

Afagos no coração,
Evanir S Garcia

3 comentários:

Vera Lúcia disse...


Olá Evanir querida,

Este seu espaço está um encanto.
O poema do Paulo Gaefke é lindamente motivador. Ter consciência de que tudo passa nos traz paciência e coragem para atravessar as tempestades. Por outro lado, nos faz também viver com mais intensidade os momentos felizes, já que eles também são transitórios.

Feliz semana.

Beijo.

LUZ disse...

Olá, querida Evanir!

Como vai? um pouco melhor?
Seu marido? Tenho pensado nele, porque me parece um homem bom, discreto e bom caráter.

O texto, que, aqui postou é muito bonito e encorajador, embora não seja fácil fazer, com determinação e exatidão, tudo o que o autor "indica" e nos aconselha.

Obviamente que os médicos dizem a seus pacientes: você não deve, nem pode fumar, mas eles, médicos, fumam. Como compreender essa atitude deles? Enfim, cada um sabe de si, e Deus, Nosso Senhor, sabe de todos nós.

Logicamente que é bom e é até fraternal, mesmo que alguns de nós, trilhem caminhos menos bons, aconselhar todo o mundo a seguir estradas livres, lindas, largas e floridas.

Agradeço suas visitas e carinhosas palavras. Aqui, nesse blogue, me sinto muito bem, talvez por ser uma pessoa bem pacífica, e não gostar de confusão, nem de multidão.

Esse foi o seu primeiro blog? É muito lindo. Aqui há natureza, então há pureza.

Dias bem luminosos. Se precisar de alguma coisa, use meu e-mail.

Beijos e abraços da Luz, com muita estima e consideração.


LUZ disse...

Olha, querida amiga!

O Sr. Blogger, anda meio louco, daí, eu não conseguir colocar minha foto no painel de seguidores desse blog, nem de nenhum outro. Para mim, isso não tem importância nenhuma, porque quando me apetecer, eu sei o caminho até aqui.

Beijos, com carinho.