sexta-feira, 21 de agosto de 2015


Além do horizonte. 

Além do horizonte
Há povos sofridos,
Há muitos gemidos,

Há guerras que estouram.
Além do horizonte  
Há fome e máquinas

Fazendo o serviço do homem.
Além do horizonte
Há doentes, carentes,

Há falta de pão
E bombas para destruir o irmão.
Além do horizonte

Há grandes cidades
E muita infelicidade.
Além do horizonte

Há pessoas que,
Como muitos,
Ainda sonham
Com o que deve existir
Além do horizonte.

Letícia Thompson.

2 comentários:

emanuel moura disse...

Nesse horizonte o coração do ser humano permanece na escuridão ,a falta de amor continua lavrando impiedosamente espalhando o sofrimento por todos que infelizmente sofrem as amarguras das consequências de tais acções do ser humano ,muitos beijinhos querida afilhada.

Portugalredecouvertes disse...


muito bonito e verdadeiro! apesar de tanta ciência e tanta tecnologia os homens não eliminam as tragédias

beijinhos
da amiga Angela